3 músicas da semana: brasilidades e vícios!

sexta-feira é dia de mais uma playlist da semana.

essas músicas ouço todo dia e se deixarem em um looping infinito. já sei que logo logo enjoarei :/ vocês são assim, amam uma música e ouvem até cansar, ai cansam e estragam a música. eu sou!

nessas 3 ainda amo de paixão os clipes, como sou era mtv, clipes são essenciais pra mim. e os que tem uma história então, amor maior!

1. Thiago Pethit – Moon

por favor um filme com esse enredo e atores. incrível história e música, vale a pena esse cd todo do thiago. falando nisso nesse fim de semana tem show dele de graça em sp.

2. Sia – Elastic Heart

que mulher! o povo do meu trabalho fica me zuando com esse clipe, pois toda vez que viam eu tava vendo ele. a sia me hipnotizou, o shia tbm e maddie…que garota! fico com uma dó do shia que tenho vontade de levar ele no colo.

3. Tove Lo – Habits (Stay High)

gente como a gente, isso define! já fui muito baladeira e já passei por noites loucas como a desse clipe. tove muito bêbada, dançando e curtindo a noite é muito amor!

 

curtiram? já tinham ouvido todas as músicas? vocês percebem que não tenho foco nenhum nas músicas né? é assim o tempo todo na minha vida, junto e misturado. tem dica de música? manda ai!

 

postadoporpaty

semana #1: 3 músicas da semana ♥

eu voltei, e espero pra ficar!

odeio começar algo e não “terminar” mas nos últimos meses foram mudanças na área profissional. tô trabalahndo no enjoei (site que amo, idolatro e falarei muito aqui, e não é merchan não) e antes ficava do outro lado da cidade ~pequena que eu moro, sqn~ e por isso mais que tempo, diposição me flatava. mas esses dias, minha criatividade gritou, e tive que voltar. nem que seja aos poucos.

tudo explicado? tudo perdoado? então bora se divertir.

nova categoria no blog: aqui 3 músicas que não saem dos meus ouvidos/sportfy/playlist mostro pra vcs!

selena gomez – the heart wants what it wants

tenho uma queda por esse pessoal problema da disney. essa cabeçudinha da selena tá linda, sofredora e com uma música com batidas de gente grande. e o que foi a apresentação dela no VMW? só quem já sofreu de amor pode entender, mesmo que sel esteja sofrendo pelo justin bieber -.-‘

one direction – steal my girl

cêis me desculpam? mas gente sou dos anos 90 boy/girl band mexe com meu emocional então essa música dos one direction me pegou e escuto umas 3 vezes só na ida pro trabalho, fora a volta e em casa. achei sei lá gostosinha de se ouvir, o clipe tem um denny devito ♥ e o zayn tá um tchutchuco (é esse o nome dele? ai tô confusa).

taylor swift – blank space

taylor era chatinha. taylor deposi de pegar muitos boy magyas tá mudada, tá boa. sério! não curtia ela, tinha preguiça, mas a revolução musical dela foi tanta que tô viciada nas músicas dela desde o cd RED. como vi no papel pop, pra esse clipe ser perfeito, só faltou os quadro de ex serem de pessoas reais que taylor já pegou.

 

~O QUE ACONTECE COMIGO BRASIL?~ tenho 16 anos é? porque essas músicas não mostram que já tenho 23 anos nas costas. mas é que me conquistaram. música é assim, gostei da batida já me apego e nem vejo quem canta aí dá nessas coisas.

mas do jeito que sou eclética, as outras 3 não terão nada a ver. ahahhaha

e pra vocês, qual a música chiclete da vez?

 

postadoporpaty

7list da Semana: Para esquentar!

SEXTA- FEIRA ❤ | SEXTA- FEIRA ❤ | SEXTA- FEIRA ❤ | SEXTA- FEIRA ❤ | SEXTA- FEIRA ❤ | SEXTA- FEIRA ❤ |

Tá difícil essa vida de frio aqui em SP, ainda mais com uma chuvinha gelada. Faz tempo que não faço 7list por motivos de memória fraca dos 23 anos. Me desculpe galera que curte.

Mas hoje a 7list serve pra esquentar os friorentos e animar os calorentos, com músicas que ando viciada. COME ON:

The 1975 – Robbers

O que dizer dessa banda que conheci vendo vídeos da BBC Radio e viciei? Tô rezando pra que venham no Lollapalooza 2015.  Fora esse clipe muito amor (ou não) que me lembra clipes de outras bandas com casais revoltados e que se amam. Vale a pena ouvir as outras músicas do 1975: Chocolate e Sex.

Iggy Azalea – Fancy

Confesso que via o povo falar dessa guria, e fazia aquela cara de preguiça. Mas aí prestei atenção e pronto ferrou. Tô amando esse jeito nonsense e fora que esse clipe é um amor para os filhos dos anos 90 ❤ E tenho que falar Iggy > Minaj

Demi Lovato – Really Don’t Care

Gente sou do rock amo e tudo mais, mas sou filha de Deus e o POP me conquista também. Fora que tenho um amor por essa Demi que meu Deus, Diva! Adoro essa música desde o Lyric Video com fãs brasileiros (vale a pena assistir, Demi mostrando o quanto ama os fãs dela). E o que dizer das Bee desse clipe?! LUSHO!!!

OneRepublic – If I Lose Myself

Esse ano a grande descoberta musical da minha vida, foi descobrir que AMO OneRepublic. Sempre achei a banda OK, mas depois de pegar pra ouvir decentemente vi que adoro, as músicas, batidas e clipes. Não vejo a hora do show! COME TO BRAZIL, PLEASE! (dica: ouçam o CD Native, está maravilhoso!)

Song For Zula – Phosphorescent

O que eu posso dizer? que não consigo esquecer a trilha sonora do Espetacular Homem Aranha 2, e essa música é do filme. Me apaixonei no momento em que ouvi lá no cinema (quase abri o Shazam no meio da sala mesmo). Acho esse som uma viagem gostosa, seja só pra ouvir ou até dançar. Fora que esse filme, ai ai ai ❤

Alicia Keys ft. Kendrick Lamar – It’s On Again

O mesmo caso da música anterior. É trilha do filme também, e achei sensacional em tudo tudo. Alicia é demais! (indico a trilha sonora inteira, sério tem Phillip Phillips também *-*)

Dum Dum Girls – Coming Down

Já que estamos em trilhas sonoras (que amo, e sempre é legal pra conhecer músicas novas) essa música apareceu em um episódio de Vampire Diaries da 5ª temporada e achei um som demais!

É isso pessoal. Desculpa a loucura de gêneros, mas não consigo ter foco em playlist. ( Meu Spotfy é uma bagunça)

 

postadoporpaty

 

Os melhores Live Lounge da BBC Radio 1!

A rádio BBC tem um canal incrível no Youtube. Um canal onde artistas cantam músicas de outros artistas, com arranjo, instrumentos, bases vocais, tudo diferente da música original. E o melhor misturas que nem imaginávamos como 30 Seconds to Mars cantando Rihanna ou Miley Cyrus cantando Lana Del Rey.

bbcradio1

Sempre que estou cansada das minhas música e playlists (que prometo compartilhar cada vez mais aqui) vou logo nesse canal, e até estou inscrita pra ver logo de cara os vídeos mais recentes. A mistura é incrível e selecionei os 5 melhores vídeos, na minha opinião.

~ não coloquei em ordem de preferência pelo simples motivo de: não sou forte o bastante pra conseguir decidir qual o melhor ~

30 Seconds to Mars – Stay (Rihanna)

Example – Dark Horse (Katy Perry)

Haim – XO (Beyoncé)

One Republic – Love Me Again (John Newman)

Bastille – We Can’t Stop (Miley Cyrus)

BÔNUS: Little Mix – Holy Grail/Counting Stars/Smells Like Teen Spirit (Jay Z/One Republic/Nirvana)

Olha já vou logofalando que isso foi um imenso desrespeito a minha pessoa porque ô dificuldade de escolher. Vejam todos aqui! (e me contem quais os preferidos)

Espero que tenham gostado 🙂

 

postadoporpaty

LOLLA: A minha experiência no Lollapalooza 2014 (LADO BOM)

Já falei o que eu tinha que falar mal do Lollapalooza 2014, agora vem a parte que interessa (ou deveria interessar a todo mundo) principalmente pra quem não foi: a parte boa. Desculpa se esse post ficar um pouco grande mas é como já falei no outro post, amei demais o festival e o que presenciei e vi lá.

lollapalooza 2014

O espaço.

Falei mal do Autódromo mas uma coisa boa foi a distribuição do palcos de um jeito que não se dava pra ouvir sons paralelos. Festival com palcos paralelos, aqui no Brasil, sofre horrores com isso mas esse ano conseguiram melhorar e muito isso, na verdade erradicaram esse problema.

10169290_751957388172449_976901650_n

Outra coisa, as atividades paralelas como pista de patins, a conhecida roda gigante, lounges com wi-fi e sombra, infláveis tudo isso estava incrivelmente demais. Eu não consegui aproveitar isso por ter shows demais que eu necessitava ver no sábado, mas chegando mais cedo ou deixando de ver algum show dá pra aproveitar tudo isso.

A Comida.

Pela primeira vez “perderam” tempo com a comida. Em festival é assim: besterias o dia inteiro apenas pra aguentar firme.

Mas esse ano criaram todo um espaço com diversas comidas, além de food trucks e barracas com coisas mais rápidas. Essas barracas, concordo, tinham preços abusivos como Pipoca à R$ 9,00, porém o Chef’s Stage com comidas diferentes do japa ao árabe, e os carros de comida, estavam com preços normais de R$ 12 à 28,00. Achei justo e válido pois as comida eram boas, o único problema eram as filas.

Uma coisa boa desse espaço é que você não precisa se preocupar em levar besteiras de casa, e comer lá. É só se programar, guardar uma hora do dia pra se alimentar e repor as forças. Comi um X-Picanha e achei simples mas bom por R$ 12,00. Na hora da comida tem que ir com o seguinte pensamento: estou em um evento público e gigantesco, não adianta se lotar de comida e depois no meio do show favorito passar mal. Pegue leve e saiba que sempre, sempre terá fila.

906187_753407188027469_9016168233703220810_o

As bebidas eram caras, isso todo mundo concorda, porém tínhamos a praticidade de ir nos bares ou comprar com ambulantes que ficavam andando por todo o evento. uma parte ruim é que todos os ambulantes (até os que vendiam batatas e comida árabe) só aceitavam dinheiro, quer dizer que as fichas que tínhamos não aceitavam.

As atrações.

Percebi que esse ano colocaram muitas bandas novas e antigas. Bandas como Capital Cities ou Lorde possuem apenas um CD lançado, enquanto New Order e Soundgarden são macacos velhos, o New Order por exemplo é da época dos meus pais.

1017743_753385991362922_4857140611801166157_n

10153257_753385731362948_3796210651866392736_n

Fotos: IHateFlash

E achei que tinham estilos mais tradicionais de indie rock, alguns mais sintetizados e com grande influência e mistura do eletrônico, e muita banda com batidas fortes e fora dos padrões de formação.

Confesso que no começo, quando soltaram o lineup eu não curti, achei meio sonso. Me enganei, escolheram bandas que muita gente sentia vontade de ver, banda que aparentava não ser grande coisa mas que mudou toda essa ideia.

Os shows.

A parte mais importante e a mais comentada, não posso falar de todos os shows. Falarei apenas dos show que vi, ao vivo ou no youtube ontem.

Capital Cities – essa banda novinha comecei a ouvir por causa do Lolla. Nunca tinha ouvido nem falar, ouvi tanta música no último mês que até baixei o cd deles. Como falaram no show eles me lembram um pouco de Daft Punk, não tanto eletrônico, mas a animação das músicas sempre dançantes.

Pode ser porque são novos, mas os integrantes simplesmente não param. Dançam, agitam e até fazem coreografias que o público todo fez junto. Se não conhece a banda, recomendo, o trompetista da banda tem um gás e faz a galera pirar. Seu maior hit é Safe and Sound, mas indico Kangoroo Curt e Lazy Lies.

Cage The Elephant – me impressionou. Conheci a banda faz uns 2 anos, e achava que era uma banda não tão conhecida. Mas o povo simplesmente correu horrores para vê-los e tinham gurias histéricas do meu lado, querendo chegar o mais perto possível. E a presença de palco? O show já começou estourando, todos os integrantes super animados e o vocal simplesmente tirando a camiseta já na primeira música!

Dó dos gringos nesse solzão, né?! Estou torcendo pra que voltem logo, em algum show solo, pois merecem e tem muito público. Recomendo Shake Me Down e Come A Little Closer.

Julian Casablancas – sou suspeita nesse show confesso, mas também realista. Juliano veio sozinho, ou quase, acompanhado do The Voidz. O show em si é chato, com muito sintetizador na voz porém a banda é muito boa. Então por que valeu? Valeu porque era o Julian, um cara que morro de amores e acho incrível como vocal e cabeça à frente da minha banda favorita Strokes.

Mesmo o show não animando, ele animava com suas brincadeiras, parecia estar bem à vontade ali, e por isso e mais um tudo o show valeu pra mim. MAs já pode voltar par ao Brasil com a gang completa Julian. Recomendo a música 11th Dimension.

Imagine Dragons – gosto, curto e muito essa banda. Fico encantada com a voz e batidas nas músicas, porém no show cheguei atrasada (afinal tive que atravessar um morro pra chegar) fiquei no fundo e aí percebi que o som estava uma merda. Baixo, onde quem estava mais na lateral do palco e no funco não conseguia ouvir direito, e às vezes nem entendíamos em que parte estava a música.

MAS vi partes do show no youtube e aí pude tirar a seguinte conclusão: que puta show! A banda parecia em ecstasy de ver tanta gente assim para assisti-los, as músicas estavam ótimas pena o som ter estragado para alguns. Recomendo Radioactive e principalmente Demons.

Phoenix – vi 3 músicas de Imagine e logo corri pro palco Skol, afinal queria ver Phoenix mesmo. Peguei um lugar meio distante onde ficavam as câmeras que pegam o palco todo, porém na grade. E falo com toda a certeza, e com sentimento de que ainda não me recuperei desse show, FOI O MELHOR SHOW DE SÁBADO.

A banda estava animada, já começou com o mais novo hit, e o vocal como sempre toda hora ia pra galera. E no ápice do show passou por todas as grandes, inclusive na que eu estava, subiu na torre de iluminação e pra finalizar ainda se jogou na galera e que o levou até perto do palco, e tudo isso sem largar seu microfone de fio vermelho. Além disso a banda com dois bateristas, os efeitos com o telão e principalmente o setlist estavam perfeitos, perfeitos! Recomendo 1901, Liztomania e Entertainment.

Muse – fechando o dia de ouro. Cantaram hits, mas faltou alguns. Muitos falaram que o som estava baixo e/ou que o vocal não estava 100%, mas pra mim estava ótimo!!! Show que anima, que vibra, até mesmo você não conhecendo as músicas se consegue curtir.

Abusam de efeitos sonoros, instrumentais, telões e fumaças. Todo mundo que eu vi saiu podre do show de tanto pular, com direito a guitarra sendo atirada pro alto e pra cima do piano. Recomendo Madness (só pra ter uma ideia de como foi).

Outros shows: Disclosure + Lorde + Portugal The Man – esses 3 shows aconteceram ao mesmo tempo que Muse, Phoenix e Imagine Dragons e por isso não vi. Não vi ali no dia, mas já vi alguns bons vídeos e recomendo esses shows.

Disclosure com sua pegada eletrônica encheu o palco Onix mesmo competindo com o Muse, e animou demais. Pra mim, esses meninos ainda vão longe, seu som é diferente, e mesmo não gostando muito de eletrônico viciei neles. Espero que voltem logo!

Lorde a princesa do Indie não fez feio a nenhum artista mais experiente, teve chiliques, falou com o público e cantou muuuuuito!

Portugal The Man é uma banda que conheci tipo semana passada, sim e curti muito. Me lembra um pouco de Foster The People, seu sol é animado e mesclam vozes mais agudas com mais grossas. Vale a pena conhecer!

JURO QUE ACABOU! hahahaha

Foi isso, é isso, espero que tenham gostado. E que venha o Lollapalooza 2015!

 

postadoporpaty

LOLLA: A minha experiência no Lollapalooza 2014 (lado ruim)

~ post escrito ainda com sintomas de ecstasy, perdoem qualquer coisa ~

Ontem fui no meu primeiro festival de música grande, meu primeiro Lollapalooza e simplesmente fiquei quebrada, meu pé ainda não voltou ao normal, mas eu AMEI de todas as formas possíveis!

Sempre fui louca pra ir mas não tinha grana, e sempre fui a louca dos festivais, deve ser a obsessão pelo Woodstock. Resolvi fazer um post falando mal (ou falando coisas reais) e outro falando do lado bom que é o que vale, sempre!

photo1

Vamos lá! O Lolla mudou, não só de empresa realizadora, como de patrocinadores e local. O local é o que andou estragando a maior parte. Autódromo de Interlagos, extremo da Zona Sul de São Paulo, com transporte acessível porém não muito.

O Autódromo é legal por ser grande, porém grande demais. De um palco pro outro andávamos demais, enfrentávamos multidões (principalmente à noite), e tínhamos que atravessar morros e grades/barreiras o que dificultou muito o processo de pular de um palco para o outro. Além disso por ser longe, e ainda chegando de trem ter que andar por uns 15/20 minutos para chegar, fica longe do centro da cidade e faz com que o percurso seja muito grande e até cansativo. Eu indo de ônibus, metrô e trem levei quase 2h pra chegar (e olha que tinha gente que morava muito mais longe que eu).

05abr2014---vista-do-festival-lollapalooza-2014-no-autodromo-de-interlagos-em-sao-paulo-1396718279137_956x500

Outro probleminha: preços. Sim os preços da cerveja à 9 reais, algodão doce à 6 reais, pipoca à 9 reais estava abusivo sim, mas tinha alimentos de verdade que tinham preços mais justos (falo disso no outro post). Mas teve um porém nesse departamento que foi a falta de organização de filas. O público de ontem foi de 100 mil pessoas e eles deveriam se programar com as filas, pois é lógico que todo mundo ia utilizar ao mesmo tempo, vulgo ir no banheiro e comer no único intervalo grande que teve no dia, entre os shows do Phoenix e do Muse.

 

O som de um festival é importantíssimo não?! E deveria ser sem falhas né?! Acredite isso ainda acontece, e aconteceu ontem. O show do Muse não estava muito alto e o show do Imagine Dragons, um dos mais lotados, não estava com seu som perfeito. Simplesmente não existiam caixas de som nas laterais dos palcos, se tivessem haveria uma espécie de leque de som, e assim todo mundo ouviriam perfeitamente bem.

1959376_627350087351865_1501181693_n

Fotos: Google | Lollapalooza | ihateflash.net

E o meu último falatório de veneno foi o que eu mais sofri: a volta de transporte público. Multidão indo embora ao mesmo tempo e a CPTM simplesmente atrapalhando o fluxo, deixando as pessoas entrarem aos pouquinhos e fazendo uma fila do lado de fora, com uma espera de 1h40 pra pegar o trem. Sendo que o show do Muse acabou às 23h e o metrô iria fechar à 1h da manhã, o que aconteceu e muita gente ficou na rua. A minha sorte foi ter um pai disposto a me buscar na estação Rebouças do trem.

Passei sufoco de apertos, alguns empurras mas nada que uma paulista acostumada a ser sardinha no transporte público, não tenha suas habilidades. Mas e quem não tem? Sofreu viu e tudo pela má estrutura do Autódromo, com morros, curvas e espaços que iam afunilando.

Tá aqui minha única reclamação do Lollapalooza 2014. Não sou de ficar reclamando não, afinal estamos falando de grande público e grande público sempre tem suas falhas, mas que a T4F resolva-os afinal a antiga realizadora, a GEO Eventos, teve suas falhas mas na edição de 2013 ficou bem perto de eliminá-los.

Amanhã falarei do que amei, porque pirei e do que achei dos shows que assisti né?!

~ essas são as opiniões que tive na minha experiência, e apenas na minha experiência né gente! ~

 

postadoporpaty

7list: últimas músicas abixadas – Parte II

Tô musical, sei disso. Mas adoro dar dicas de músicas, e ver se os gostos se parecem! LET’S GO:

Wiz Khalifa ft. Snoop Dogg, Juicy J & T-Pain – Black and Yellow

Zedd ft Foxes – Clarity

Pearl Jam – Sirens

Nx Zero – Hoje o Céu Abriu

Natiruts – Andei Só

Justin Timberlake – Take Back The Night

Julian Casablancas – 11th Dimension

Algumas velhinhas outras novas. Tenho problemas com músicas e séries, geralmente sou mega atrasada HAHAHAH

Pausa dramática pra lindeza de Eddie Vader, Julian Casablancas, Justin Timberlake, Nx Zero..vish ❤